Pequenas Histórias dos Principais Mestres da Família Yang

luchanMestre Yang Lu Chan

Yang Fu Kui (Yang Lu Chan) nasceu em uma família pobre de agricultores, na província de Hebei – condado de Yongnian, em 1799. Quando criança, ajudava seu pai nos campos e também trabalhou em outros locais – um deles era uma farmácia chamada Tai He Tang, cujo dono era Chen De Hu, que vivia na Vila Chen (província de Henan – condado de Wen).

Desde pequeno, Yang Lu Chan gostava de Artes Marciais e estudou Chang Chuan. Certo dia, tendo presenciado uma briga perto da farmácia, notou que uma das pessoas usou algumas técnicas marciais que não conhecia. Assim procurou o dono da farmácia e este, notando que Yang Lu Chan tinha um interesse verdadeiro e honesto, instruiu-o a procurar na Vila Chen o Mestre Chen Chang Xing (que na época era a 14ª geração do Tai Chi Chuan da Família Chen).

Dedicando-se com afinco à prática e ao estudo, Yang Lu Chan desenvolveu muitas habilidades. Viajou à Beijing e ensinou a Arte aos membros da Família Imperial. Com o tempo, seus movimentos foram se modificando, e nascia o Estilo Yang, que caracteriza-se por movimentos expansivos, circulares e com velocidade constante.

Mestre Yang Lu Chan teve três filhos – Yang Ban Hou (1837-1892), Yang Jian Hou (1839-1917) e Yang Feng Hou (que morreu muito jovem). Mestre Yang Lu Chan é a primeira geração na transmissão do Tai Chi Chuan da Família Yang.

 


jianhouMestre Yang Jian Hou

Mestre Jian Hou tinha o apelido de Jian Hu e também era chamado de “terceiro filho” do Grão-Mestre Yang Lu Chan. Nascido em 1842, durante a Dinastia Qing, não precisou viajar para procurar um Mestre – tendo nascido na mais famosa família de Artistas Marciais da época.

Ainda jovem, começou a estudar Tai Chi Chuan com seu pai, sob severas exigências. Mesmo tendo tentado fugir de casa devido às árduas práticas de Gong Fu, e até ter pensado em tornar-se monge, seu pai sempre o trazia de volta; assim, suas habilidades melhoraram consideravelmente, tendo se tornado um homem de grande talento.

Mestre Yang Jian Hou foi convocado à residência de Bei Lei e Bei Zi, a fim de ensinar Tai Chi Chuan para os membros da Família Imperial. O neto mais velho do Imperador Xuanzong – Pu Lun Bei Zi, estava muito interessado nas habilidades que Yang Jian Hou ocasionalmente revelava durante as aulas, e o convidava muitas vezes à sua casa em busca de orientação; percebendo a admiração e reconhecimento de Bei Zi, Mestre Jian Hou pouco a pouco foi ensinando a ele os segredos da Arte do Tai Chi Chuan da Família Yang.

Havia também um empregado da residência de Pu Lun Bei Zi, chamado Wang Chonglu, que muito se interessava por Artes Marciais. Escutando às claras explicações acerca dos princípios do “boxe”, percebeu que a Arte era fora do comum; ele apreciava os métodos de prática de Yang Jian Hou. Após alguns anos, Chonglu tornou-se muito hábil no Tai Chi, e, sendo honesto, sincero e de bom coração, Mestre Yang Jian Hou o aceitou como Discípulo em sua casa.

Existem histórias sobre as habilidades de Yang Jian Hou, como aquela em que aproximou-se despercebidamente pelas costas de um dos seus alunos – chamado Chao, que olhava para o céu após uma tempestade ter passado. Querendo fazer uma brincadeira, Mestre Jian Hou colocou a mão no ombro de Chao, e com uma leve pressão, o fez cair. Segundo Chao, “foi como se uma grande viga tivesse caído sobre mim”. Mestre Jian Hou apenas ficou quieto e seguiu seu caminho.

Outro exemplo do bom-humor de Yang Jian Hou, que, como seu pai, sempre colocava um elemento de aprendizado nas brincadeiras, foi quando estava no pátio conversando com alguns alunos. Na época, já tinha mais de 70 anos; os alunos o cercaram e começaram a pressioná-lo. Girando o corpo apenas algumas vezes, todos foram jogados longe – alguns a metros de distância.

Mestre Jian Hou também era exímio com a Espada, Sabre, Lança e outras armas. Conta-se que ele podia vencer um oponente armado com faca ou Espada, lutando apenas com um espanador. Sua habilidade com a Espada era famosa por combinar suavidade e dureza. Também era muito hábil manuseando bolinhas de ferro; segurando 3 ou 4 delas, atirava-as simultaneamente, acertando diferentes aves em vôo. Assim ganhou fama de nunca desperdiçar as bolinhas atiradas.

Também como seu pai, possuía a habilidade de evitar que um pássaro escapasse de sua mão. Quando Yang Lu Chan faleceu, Yang Jian Hou e seu irmão Yang Ban Hou continuaram a liderar a escola de Tai Chi Chuan da Família Yang. Jian Hou fez alguns ajustes à Forma Velha, introduzindo a Forma Média no cânone de conhecimentos da Família Yang. Ele também expandiu e suavizou os movimentos da Forma.

Yang Jian Hou teve três filhos: o mais velho foi Yang Shao Hou (1862-1928); seu segundo filho – Yang Chaoyuan, morreu ainda criança, e o terceiro foi Yang Cheng Fu (1883-1936). Ele ensinou a Arte para Yang Shao Hou, que também estudou com o tio Yang Ban Hou (que era conhecido como “Yang O Invencível”).

Dizem que sua morte foi pacífica e sem doenças. Parecia que sabia a hora de sua morte, e certificou-se de chamar todos os membros da família – um por vez, passando suas instruções a cada um, antes de tomar o banho e mudar suas vestes, para então aceitar a morte, em 1917. Mestre Yang Jian Hou representa a segunda geração na transmissão do Tai Chi Chuan da Família Yang.

 


chengfuMestre Yang Cheng Fu

Mestre Yang Cheng Fu (Yang Zhao Qing), também chamado de “terceiro filho”, nasceu em 1883 e faleceu em 1936. Começou a aprender com seu pai nos primeiros anos da infância.

Desde cedo, estudou com profundidade e minúcia o Tai Chi, e praticava com afinco diariamente, não importando se fosse um verão muito quente ou o mais frio dos invernos. Assim suas habilidades iam se tornando maiores dia-a-dia.

Com o passar dos anos, veio a tornar-se um renomado Artista Marcial. Com o intuito de adaptar a prática às necessidades da sociedade, que haviam mudado na época, Yang Cheng Fu fez algumas alterações na Forma média, que já havia sido revisada pelo seu pai. Gradualmente, ele criou a Forma Longa da Família Yang – que hoje em dia é Forma mais difundida dentre as Formas do Estilo Yang no mundo.

As posturas da Forma Longa – estabelecida por Yang Cheng Fu já em sua maturidade, são amplas, simples e diretas. A estrutura é compacta e precisa, com o alinhamento do corpo sendo mantido durante os movimentos. Os movimentos são suaves e fluidos, e são realizados numa velocidade constante.

Combina-se a dureza com a suavidade, bem como a leveza com o peso extremo. Essas características fizeram desta Forma a representação padrão do Tai Chi Chuan Estilo Yang, servindo como referência para todos aqueles que pretendiam prosseguir estudando a Forma. Ela pode ser praticada em postura baixa, média ou alta. Desta forma, o grau de dificuldade da mesma pode ser adaptado, dependendo das condições ou exigências de cada pessoa.

Além de manter e preservar seus aspectos marciais de ataque e defesa, a Forma Longa pode ser praticada para fortalecer o corpo, melhorar a saúde e prevenir doenças. Este é um dos motivos pelos quais ela é tão reconhecida entre os praticantes de Tai Chi Chuan.

Mestre Yang Cheng Fu escreveu um livro chamado “Taijiquan Tiyong Quanshu” (em inglês “The Essence and Applications of Taijiquan“), um estudo aprofundado dos movimentos da Forma, com mais de 50 fotos do próprio Mestre. A ele também credita-se o célebre pequeno guia para os praticantes – chamado de Os Dez Princípios Essenciais do Tai Chi Chuan.

Mestre Yang Cheng Fu teve quatro filhos – Yang Zhen Ming (1910-1985), Yang Zhen Ji (1921-), Yang Zhen Duo (1926-) e Yang Zhen Guo (1928-). Mestre Yang Cheng Fu representa a terceira geração na transmissão do Tai Chi Chuan da Família Yang.

 


zhenduoMestre Yang Zhen Duo

Yang Zhen Duo é o terceiro filho do Mestre Yang Cheng Fu (1883 – 1936), neto do Mestre Yang Jian Hou e bisneto do Mestre Yang Lu Chan. Nasceu em 1926 em Beijing e começou a estudar Tai Chi Chuan aos seis anos de idade, com seu pai e seus irmãos mais velhos – Yang Zhen Ming (1910 – 1985) e Yang Zhen Ji (1921). Tem um quarto irmão chamado Yang Zhen Guo (1928).

Assim como seu pai, Yang Zhen Duo estudou com afinco a Arte, aprofundando-se na teoria, e melhorando sua prática, vindo a tornar-se um Professor tolerante, paciente e meticuloso, devido à sua personalidade carismática, gentil, humilde e simples. É muito estimado e admirado pelos alunos e praticantes do Tai Chi Chuan.

Desde 1960 vive na província de Shanxi, condado de Taiyuan, onde sempre ministrou aulas e trabalhou assiduamente para a divulgação do Tai Chi Chuan da Família Yang e de seus benefícios. Hoje é seu neto – o Mestre Yang Jun, o líder da tradição da Família Yang e a 5ª geração detentora da linhagem.

Em 1982, Yang Zhen Duo fundou a Associação de Tai Chi Chuan Estilo Yang da Província de Shanxi, que hoje tem mais de 30.000 membros-estudantes e é a maior organização de Artes Marciais de seu gênero na China. Promoveu e ministrou dezenas de Seminários ao redor do mundo, em muitos países de vários continentes, tendo estado no Brasil três vezes. Devido ao seu comprometimento, ele é responsável pelo estreitamento dos laços entre a cultura e os praticantes de Tai Chi Chuan da China e os estudantes de outros países.

Atualmente é membro do Comitê de Treinamento da Associação Chinesa de Wushu, Vice-Presidente da Associação de Artes Marciais da Província de Shanxi, Presidente da Associação de Tai Chi Chuan Estilo Yang da Província de Shanxi e Vice-Presidente da Associação Internacional de Tai Chi Chuan da Família Yang, esta última que foi fundada em 1998 juntamente com Mestre Yang Jun. Em 1995 foi reconhecido pela Academia Chinesa de Wushu como um dos cem maiores Mestres de Artes Marciais da China.

Mestre Yang Zhen Duo é a quarta geração na transmissão do Tai Chi Chuan da Família Yang e foi capa de inúmeras revistas de Artes Marciais; publicou mais de cinco livros sobre o estudo do Tai Chi Chuan – entre eles o livro “Yang Style Taijiquan” no idioma inglês, e lançou três coleções de vídeos, incluindo a Forma de Mãos e de Armas do Estilo Yang. Mestre Yang Zhen Duo tem dois filhos – Yang Dao Fang (pai de Mestre Yang Jun) e Yang De Fang.

 


junMestre Yang Jun

Mestre Yang Jun nasceu em 1968 em Taiyuan, Shanxi, na China. Começou a treinar Tai Chi Chuan com seu avô – Mestre Yang Zhen Duo, aos cinco anos. Mais tarde, passou a auxiliar seu avô durante os Seminários realizados na China.

Graduou-se em Educação Física em 1989, e em 1998 – junto com Mestre Yang Zhen Duo, criou a Associação Internacional de Tai Chi Chuan da Família Yang. Tendo o aval e o apoio de seu avô, Mestre Yang Jun mudou-se com sua família para os Estados Unidos (Seattle) em 1999.

Passou a ser o primeiro membro da Família Yang a divulgar a Arte de sua família no ocidente. Apesar de todos os desafios que essa mudança suscitou – incluindo a barreira do idioma, Mestre Yang Jun teve sucesso em expandir a Associação, que hoje conta com mais de 46 Centros de Tai Chi da Família Yang e mais de 37 Escolas, espalhadas pelos cinco continentes, e tendo Instrutores que representam o Tai Chi da Família Yang em 24 países.

Mestre Yang Jun têm contribuído incansavelmente para difundir o Tai Chi Chuan e organizou dois Simpósios Internacionais – em 2014 (Louisville, E.U.A) e em 2019 (Selvino, Itália). Estes dois grandes eventos reuniram os Grão-Mestres dos Estilos Tradicionais de Tai Chi Chuan da China, que ofereceram Workshops e realizaram demonstrações de suas Formas e Estilos.

Os eventos também foram uma oportunidade ímpar para que pesquisadores e cientistas pudessem divulgar seus mais recentes estudos e pesquisas sobre os benefícios que a prática do Tai Chi Chuan traz para a saúde.

Mestre Yang Jun produziu vários DVDs de prática das Formas de Mãos Livres, de Armas e de Tui Shou. Viaja anualmente a diversos países, e tem uma agenda bastante cheia, conduzindo Seminários e dando palestras. Ele é Diretor do Centro de Tai Chi da Familia Yang em Seattle – E.U.A. Desde 2016, tem voltado à China com mais frequência para desenvolver e aprimorar a Arte.

Mestre Yang Jun tem dois filhos – Yang Ya Ning (1992-) e Jason Yajie Yang (2002-). Mestre Yang Jun é casado com Mestra Fang Hong, que participa ativamente na Associação e que já veio ao Brasil conduzir Seminários da Forma. A convite do EQUILIBRIUS, Mestre Yang Jun veio à Ribeirão Preto cinco vezes, para conduzir o Seminário Internacional, nos anos de 2006, 2009, 2013, 2016 e 2018. Veja as fotos desses Seminários na Galeria.

Mestre Yang Jun é a quinta geração na transmissão do Tai Chi Chuan da Família Yang.